434 – 2001 – CRIA CARGO NO QUADRO DE CARGOS

LEI Nº 434/01

CRIA CARGO NO QUADRO DE CARGOS DE PROVIMENTO EFETIVO.

 

LINDOBERTO PONTES, Prefeito de Sertão Santana.

 

FAÇO SABER, em cumprimento ao disposto na Lei Orgânica do Município, que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei:

 

Art. 1º- No Quadro de Cargos de Provimento Efetivo do Município de Sertão Santana, é criado o cargo de FONOAUDIÓLOGO, com a especificação de classe constante no anexo que fica fazendo parte integrante desta Lei.

 

Art. 2º- No artigo 3º da Lei Nº04/93, retificados pela Lei Nº76/93, é incluído o seguinte cargo:

 

CARGO                                   Nº DE VAGAS                                       PADRÃO

FONOAUDIÓLOGO                               01                                                           8

 

Art. 3º- Revogadas as disposições em contrário, esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

 

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SERTÃO SANTANA, em 07 de março de 2001.

 

 

LINDOBERTO PONTES

Prefeito Municipal

 

 

Registre-se e Publique-se

JOSÉ JOSÉ DA SILVA

Secretário de Administração

 

 

CATEGORIA FUNCIONAL: FONOAUDIÓLOGO

PADRÃO DE VENCIMENTO: 8

ATRIBUIÇÕES:

 

  1. DESCRIÇÃO SINTÉTICA: Atuar em pesquisa, prevenção, avaliação e terapia fonoaudiológicas na área de comunicação oral e escrita, voz e audição, bem como em aperfeiçoamento dos padrões de falta de voz.

 

  1. DESCRIÇÃO ANALÍTICA: Desenvolver trabalhos de prevenção no que se refere à área de comunicação, escrita e oral, voz e audição. Participar de equipes de diagnóstico, realizando a avaliação da comunicação oral e escrita, voz e audição; realizar terapia fonoaudiológicas dos problemas de comunicação oral e escrita, voz e audição; realizar o aperfeiçoamento dos padrões da voz e fala; colaborar em assuntos fonoaudiológicas promovidas por entidades públicas, privadas, autárquicas e mistas; dirigir serviços de fonoaudiologia em estabelecimentos públicos, privados, autárquicos e mistos; supervisionar profissionais e alunos em trabalhos teóricos práticos de fonoaudiologia; assessorar órgãos e participar de Equipe de orientação e Planejamento Escolar, inserindo aspectos preventivos ligados a assuntos fonoaudiológicos, dar parecer fonoaudiológicos, na área de comunicação oral e escrita, voz e audição; realizar tarefas afins.

 

CONDIÇÕES DE TRABALHO:

  1. GERAL: Carga horária semanal de 30 horas;
  2. ESPECIAL: O exercício do cargo poderá exigir a prestação de serviços à noite, sábados, domingos e feriados, sob regime de plantão, sujeito a trabalho externo e atendimento ao público.

 

RECRUTAMENTO:

  1. IDADE: 18 até 45 anos;
  2. INSTRUÇÃO: Superior completo;
  3. HABILITAÇÃO: Habilitação legal para o exercício da profissão de fonoaudioólogo.
       

Share

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *